Segurança e medicina do trabalho: entenda a diferença

0
51
Visualizações

A segurança e a medicina do trabalho são duas áreas que caminham de mãos dadas na empresa. Isso não significa, porém, que são sinônimos. As duas atuam para garantir a saúde do trabalhador, mas possuem diferenças fundamentais.

Quais as características da segurança do trabalho?

O ideal seria que não existisse nenhum tipo de acidente de trabalho. É para isso que atua a segurança do trabalho, com a proposta de prevenir acidentes que acontecem dentro da empresa. O profissional que atua nesta área age para que sejam implementadas ações que eliminam os riscos à integridade física da equipe.

Todas essas ações atendem a um conjunto de normas técnicas. No Brasil, há leis específicas para garantir que o trabalhador esteja seguro em relação aos riscos advindos da própria profissão que ele exerce – como contaminação química ou acidente com máquinas –, além dos riscos que envolvem a estrutura da empresa em que ele atua, como desabamentos, choques elétricos e incêndios.

Ao todo, existem 36 normas regulamentadoras que devem ser seguidas pelas empresas. Não se trata de uma opção, mas de uma exigência em território nacional. Os profissionais responsáveis por verificarem se essas normas estão sendo postas em prática são: técnicos e engenheiros de segurança do trabalho.

As normas tratam de assuntos relacionados a trabalho em altura; EPIs e EPCs (equipamentos de proteção individual e equipamentos de proteção coletiva); atividades insalubres e ações dos trabalhadores no ambiente laboral.

Métodos para fazer com que a segurança do trabalho se torne eficaz

• Treinar os funcionários em relação ao uso dos equipamentos e orientá-los sobre a importância do uso dos EPIs e EPCs;
• Fiscalizar os locais para identificar possíveis riscos de acidentes;
• Ter planos para gerenciar situações de emergência, como catástrofes, incêndios e desabamentos.

E a medicina do trabalho, você sabe o que é?

A medicina do trabalho é responsável por cuidar da qualidade de vida dos funcionários. Para isso, ela atua na preservação da saúde física, social e mental de toda a equipe. Enquanto a segurança se ocupa das questões externas que influenciam na vida laboral, a medicina se debruça sobre o trabalhador em si.

Por exemplo, é papel do médico do trabalho proteger o empregado de possíveis doenças ocupacionais, prestar atendimento ao funcionário que sofreu algum tipo de acidente na empresa e encaminhar para tratamento os trabalhadores que foram diagnosticados com doenças laborais.

A medicina do trabalho também se ocupa de garantir interações saudáveis dentro do espaço de trabalho. Por isso, cabe ao médico verificar se um futuro integrante da equipe está apto para atuar no quadro de funcionários da empresa por meio dos exames admissionais, periódicos e demissionais.

A equipe da medicina do trabalho é composta por médicos, auxiliares de enfermagem e enfermeiros que, além do atendimento, são responsáveis por agendar programas de vacinação para os colaboradores e implementar os primeiros socorros.

Depois que você descobriu quais as características de cada uma dessas áreas, que tal visitar o site da Inaci Associação de Ensino para descobrir qual a melhor carreira para você? Acesse o site e registre-se, que iremos entrar em contato. Afinal, a qualificação garante o seu diferencial!


Warning: A non-numeric value encountered in /home/storage/f/0a/1d/bloginaci1/public_html/wp-content/themes/ionMag/includes/wp_booster/td_block.php on line 1008

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite a sua mensagem!
Digite o seu nome