Quais são os transtornos globais do desenvolvimento (TGD)?

0
45
Visualizações
TGD

Transtornos Globais de Desenvolvimento, ou simplesmente TGD, são caracterizados pela dificuldade nas interações sociais, que costumam aparecer ainda quando criança, por volta dos cinco anos de idade. Esses transtornos são definidos por padrões repetitivos de comportamento, assim como a singularidade de interesses e atividades.

Como identificar?

Os TGD englobam a síndrome de Rett, o espectro autista (também conhecido como síndrome de Kanner), o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade e a síndrome de Asperger e podem ocasionar variações de humor, falta de concentração e coordenação motora e excesso de agressividade sem motivo aparente.

Ainda em relação às interações sociais, as crianças com transtorno costumam apresentar grande dificuldade em manter conversas e contato visual e, no geral, possuem aversão a contato físico, preferindo manterem-se isoladas da sociedade.

Em relação à comunicação falada, as crianças com TGD costumam repetir as falas de outras pessoas, um fenômeno chamado de ecolalia, ou podem preferir comunicar-se utilizando mímicas e objetos ou ainda possuir uma entonação que pareça mecânica, utilizando palavras incomuns ou frases feitas e jargões.

O que é cada transtorno?

Síndrome de Ratt

A síndrome de Rett é um distúrbio neurológico e de desenvolvimento genético raro que afeta a maneira como o cérebro se desenvolve, causando uma perda progressiva das habilidades motoras e da fala. Este distúrbio afeta principalmente meninas.

Com o tempo, as crianças têm problemas crescentes com o uso de músculos que controlam o movimento, a coordenação e a comunicação. Também pode causar convulsões e incapacidade intelectual. Movimentos anormais das mãos, como fricção ou aplausos repetitivos, substituem o uso proposital da mão.

Embora não haja cura para a síndrome de Rett, os possíveis tratamentos estão sendo estudados. O tratamento atual se concentra na melhoria do movimento e da comunicação, no controle de convulsões e na prestação de cuidados e apoio a crianças e adultos com a síndrome de Rett e suas famílias.

Espectro do autismo / Síndrome de Kanner

O transtorno do espectro do autismo é uma condição que está relacionada ao desenvolvimento do cérebro que influencia na forma como uma pessoa percebe os outros e socializa, causando problemas na interação social e na comunicação. O distúrbio também inclui padrões de comportamento limitados e repetitivos. O termo “espectro” no transtorno do espectro do autismo refere-se à ampla gama de sintomas e gravidade.

Embora não haja cura para o transtorno do espectro do autismo, o tratamento intensivo e precoce pode fazer uma grande diferença na vida de muitas crianças.

Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

O transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é uma condição crônica apresentada por milhões de crianças. É comum que ele se mantenha até a idade adulta. O TDAH abrange uma combinação de problemas que persistem, como a dificuldade em manter a atenção, a hiperatividade e o comportamento impulsivo.

Crianças com TDAH também podem ter de lidar com baixa autoestima, relacionamentos problemáticos e mau desempenho na escola.

Embora o tratamento não cure o TDAH, ele pode ajudar bastante com os sintomas. O tratamento é feito com medicamentos e intervenções comportamentais. O diagnóstico e o tratamento precoces podem fazer uma grande diferença no resultado.

Síndrome de Asperger

A síndrome de Asperger pode ser considerada uma variação do transtorno, inclusa no espectro do autismo. A síndrome de Asperger é um transtorno desintegrativo que acontece na infância e é uma forma não especificada de transtorno invasivo do desenvolvimento. É considerado o lado mais leve do transtorno do espectro do autismo.

Não existe uma cura para a síndrome; no entanto, o tratamento intensivo e precoce pode proporcionar melhor qualidade de vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite a sua mensagem!
Digite o seu nome