5 coisas sobre o curso técnico de prótese dentária

0
39
Visualizações
curso técnico de prótese dentária

O curso técnico de prótese dentária visa a formação desses profissionais, também chamados de TPD, protéticos ou protésicos. A principal atuação do protético é confeccionar dispositivos ortodônticos e protéticos a pedido de um cirurgião-dentista. Se você tem interesse em seguir esta profissão, conheça 5 pontos importantes sobre o curso técnico de prótese dentária:

1 – O que faz um Técnico de Prótese Dentária?

Uma ideia, que ainda se encontra enraizada na mente da maioria das pessoas é a de que o protético é o profissional responsável pela confecção de próteses dentárias, as populares dentaduras . No entanto, o TPD tem outras responsabilidades.

Basicamente, o protético trabalha “nos bastidores” do cirurgião-dentista, sendo um profissional de extrema importância na restauração da autoestima e funções mastigatórias dos pacientes. Além do desenvolvimento das próteses móveis e fixas, o técnico trabalha também na confecção de pontes, coroas, lentes de contato dentais, facetas de porcelana, entre outros itens.

2 – Onde trabalha um Técnico de Prótese Dentária?

Um dos locais de trabalho mais comuns dos protéticos são os laboratórios, próprios ou não, que confeccionam os aparelhos solicitados por cirurgiões-dentistas parceiros.

O profissional pode trabalhar diretamente em consultórios odontológicos, órgãos públicos de saúde e também ministrar palestras, cursos e congressos sobre o assunto.

3- O que se estuda no curso?

Para que possa formar profissionais capacitados, o curso técnico de prótese dentária possui uma grade curricular bem completa e abrangente. Entre as principais abordagens estudadas no curso estão:

• Morfologia e anatomia dentárias;

• Ética profissional e legislação da área;

• Materiais utilizados;

• Tipos de próteses dentárias;

• Teoria e prática de confecções de diferentes dispositivos dentários;

• Primeiros socorros.

4 – É necessário algum registro para atuar?

O Técnico de Prótese Dentária precisa se inscrever no Conselho Regional de Odontologia (CRO) do seu Estado para exercer sua profissão legalmente.

É importante que a inscrição seja realizada assim que o curso de TPD é finalizado, a fim de que o profissional possa trabalhar o mais breve possível de acordo com as leis brasileiras.

5 – Observações extras sobre a profissão

É importante pontuar que o Técnico em Prótese Dentária é uma profissão em ascendência. Isso porque trata-se de um mercado em constante crescimento, haja visto que as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a saúde e a estética de seus sorrisos.

Além disso, atualmente, a população brasileira têm tido mais oportunidades de acesso a serviços odontológicos se compararmos com algumas décadas atrás, pois possuem mais poder de compra e muitas vezes encontram condições especiais de pagamento.

Vale lembrar que um bom técnico em próteses dentárias deve ser minucioso, cuidadoso e bastante atento, visto que mínimos detalhes ou irregularidades podem prejudicar a qualidade de suas peças.

Também é importante deixar claro que, na atuação do protético, não é permitido o atendimento direto a clientes, visto que isto pode prejudicar a saúde bucal dos mesmos. Todos os pacientes beneficiados pelos produtos confeccionados devem estar fazendo o acompanhamento do caso com um dentista, para assegurar a eficácia do tratamento.

Se você se interessou pelo curso técnico de prótese dentária, visite nosso site!


Warning: A non-numeric value encountered in /home/storage/f/0a/1d/bloginaci1/public_html/wp-content/themes/ionMag/includes/wp_booster/td_block.php on line 1008

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite a sua mensagem!
Digite o seu nome