5 coisas que todo estudante de biomedicina deve saber

0
138
Visualizações

A escolha de um curso superior pode ser uma das tarefas mais difíceis para um jovem. As opções são inúmeras e o vestibulando pode ficar perdido diante de tantas ofertas. Os pais, familiares, amigos, professores, enfim, todos podem contribuir e ajudar nessa escolha, porém a decisão final será sempre do estudante.

Todavia, se você já sabe qual curso quer seguir, e o escolhido foi o curso de biomedicina, confira a seguir algumas coisas que todo estudante de biomedicina deve saber.

Afinal, quem é o biomédico?

O biomédico é um profissional destinado a pesquisar e cuidar da saúde, porém de uma maneira microscópica. Isso quer dizer que um profissional de biomedicina identifica e classifica micro-organismos responsáveis por doenças, auxiliando, assim, no desenvolvimento de medicamentos, vacinas e possíveis tratamentos.

Além disso, o biomédico não precisa passar a vida toda trancado trabalhando em um laboratório. O Conselho Federal de Biomedicina (CFBM) possui mais de 35 atividades regulamentadas, o que faz dessa área uma das que mais possuem diversidade de atuação no mercado.

Entretanto, essa, como outras, não é uma carreira fácil. Ao entrar em uma universidade para cursar biomedicina, o estudante carregará não apenas uma graduação nas costas, mas também um estilo de vida. Nesse sentido, vamos apontar 5 coisas que todo estudante de biomedicina deve saber para não passar tanto sufoco.

5 coisas que um futuro biomédico não pode deixar de saber

1. O curso de biomedicina nunca acaba

Calma, você vai concluir sua graduação e pegar seu diploma como todos os estudantes da sua universidade. Entretanto, como essa é uma área que está em constante evolução, você nunca poderá deixar de se atualizar e estudar sempre que for preciso. Dessa maneira, você será um profissional apto e responsável, deixando a obsolescência para os preguiçosos.

2. O que faz um biomédico?

Provavelmente essa será a pergunta que você mais terá que responder. A biomedicina é uma área nova, comparada a outras áreas do conhecimento, e talvez por isso haja um desconhecimento generalizado acerca dela. Qual é o trabalho do biomédico e como ele favorece a sociedade precisa estar na ponta da sua língua.

3. Não esqueça a proteção!

Pode ser que você não realize nenhuma aula prática nos primeiros meses de biomedicina. Contudo, essa hora vai chegar, e nada pior do que perder uma aula superinteressante por falta de um jaleco ou dos óculos de segurança. Não se esqueça: proteção sempre.

4. Do you speak English?

O biomédico precisa de um inglês afiado, pois, apesar da produção acadêmica brasileira, muitos artigos e teses ainda estão na língua inglesa. Embora muitos livros de biomedicina sejam editados na Europa, a língua usada é quase sempre o inglês, por ser, atualmente, o idioma universal.

5. Procure estágios

Quanto mais você se empenhar e se aprofundar nessa área, mais o seu currículo se enriquecerá. Isso significa que, ao sair da universidade, você terá muito mais chances de se destacar no mercado de trabalho, o que vai te garantir um futuro promissor.

Se você gostou do artigo, visite nosso site. Assim, você poderá ficar por dentro de todas as nossas novidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite a sua mensagem!
Digite o seu nome